Sunday, February 04, 2007

Você,
sempre a extensão da minha saudade
A intenção da minha vontade
A extinção de nós dois, somos uno desde... e depois.
Você...Sabe.
E sabe, eu também não acreditei tanto assim.
Estou querendo algo novo! Você de novo?
Enjoa de mim!
Se eu te disser o quanto eu penso
Ai me convenço... Emfim.
Eu estou deixando tudo pra trás
É você rapaz, que me deixou assim
Sem muito espaço, sem muito estrago
Esperando até o mormaço do dia ir...
Espere que eu vou dormir
Aí meu bem, você
Sempre a extensão da minha saudade...
É agora, na intenção da minha vontade..
Meu.
Nem que sonho minta
Nem que eu não sonhe mais
Pra mim tanto faz...
É noite ainda...
Meu rapaz.




Kate Polladsky


1 comment:

Lucélia said...

Moral da história!
O amor é a doença e a cura.