Tuesday, April 24, 2007

Pra você também

Dos passos, dos ônibus, aviões e trens.

De dentro de tudo que se move e transita

Daqui ao além

Felicidades pra você também

De hoje a sempre

Foi bom pra mais ninguém

Saudades de quem?

Você meu bem.

As vezes é sempre assim

Desculpa perguntar

Você dormiu bem?

Eu sei que sim

Sei que os dias são únicos

E os únicos que faltam

São aqueles em que não te vejo

Estou esperando há tempo

Você para na frente e eu desço

Descalça, de salto, de nada.

De tudo eu já lhe dei

Amor, resposta, troco de passagem

Passe bem

Passe rápido pois o trânsito continua

Lá da janela eu pensava

Que se você passar na rua

Eu pulo e me desmembro

Em pedaços ou pingos, como quando está chovendo

Como a árvore natalina de dezembro

Lembra do que eu falei?

Falei que eu nunca te deixaria

Você disse o que era verdade

Que a partir de então me amaria

E o seu coração riria

De certo modo da minha cara de espanto

E de quando eu dançava sozinha

Debaixo da água corrente do banho

Das suas manhas e das minhas

Você acordou mais velho

Mas não sei se ouvi direito

Repetiu Parabéns, minha linda

Um ano a mais com você na minha vida

Pra você também

Porque eu te amo mais ainda.
Kate Polladsky

2 comments:

João Batista said...

Lindo. Vim parar aqui por causa da minha comunidade do SK Brann no orcút.
Parabéns, seus escritos são lindos.

Tiago Bynight XD said...

Em poucas palavras definiste e Vida na mais pura senda da realidade, em forma de poeta se tornas-te deusa das emoções...Muito Lindo parabens