Saturday, February 14, 2009

Perceba. Apenas porque sei que você dispensa palavras. Então não há nada que eu tenha de falar. Não há nada que eu consiga esconder. Apenas perceba. Com todo o seu metodismo, a sua ironia e esse seu jeito de imprimir reações que eu não sei se são pra ferir, pra ensinar, pra dispensar, pra marcar ou ofender e, o pior, eu não sei se por detrás do minuto de atenção que me dá, mora uma esperança ou uma indiferença. Cinco meses. Desse tempo não tenho idéia do que nasceu. Mas deixei que morressem algumas coisas. É autodefesa. Para não dizer, desistência. Estou até bem, e poderia levar isso adiante, assim como está... Mas eu acho que te amo. Para replicar a tua interrogação fria, eu acho que te amo há cinco meses. Então eu realmente acho que te amo.
Kate Polladsky

3 comments:

Poetinha Feia said...

Olá vi seu blog no orkut e resolvir passear por aqui.

Gostei muito do seu espaço e de suas palavras.

Virei mais vezes.

Bjo

Carla P.S. said...

Aceite um café, let's thinks about it.
Vontade de acender um cigarro, também.

"Antonio" said...

Olá abraços vim fazer uma visita para vc muito útil seu espaço espero sua visita abraços Antonio
projeto Karatê.