Tuesday, August 25, 2009

Enquanto o mundo se divertia e ía à loucura
O meu mundo parava lentamente e buscava chão
Olhei pra toda aquela gente distraída e sem noção
Eu não estava ali e aquilo era só um momento.
Sei que não pertenço mais a esse impulso
Não me completa, não me convence.
Existe uma tranquilidade que me busca agora
E uma vontade que me atenta
Não encontrei o que procurava nessa caminhada
Mas recebi resposta pro que me perguntava
O que senti não foi fábula nem um repente
Por hora se perde ou pouco denomina
Nisso tudo uma coisa foi verdade
O excesso de afetividade contamina
Mas é preciso saber a hora de retroceder
É importante sair, conhecer o que há lá fora
Mas é melhor ainda ter pra onde voltar
Escolhas boas são escolhas que trazem felicidade
Quando se segue ou quando se volta
Mas diante do vazio em que estive
Tive a experiência de assim ter sido
E também a vontade de jamais ter ido,
Pois de quase nada adiantou.
Certos lugares me levaram a certas pessoas
Assim como certas pessoas me levaram a certos lugares
Independente de que sejam lugares certos, incertos e pessoas certas ou não
O melhor lugar em que estive, foi dentro de mim
Onde eu precisava estar pra entender que há muito
mais chances de que eu encontre a mim mesma
no mundo do qual ainda não desisti.



Kate Polladsky

1 comment:

noelle said...

de repente isso é extamente como eu tenho me sentido nos ultimos tempos. acho que só agora eu comecei a entender que pra olhar pro outro, antes é bom olhar pra si mesmo. eu olhei, e encontrei tanta coisa boa e tantas outras boas decepções. :)

beijos.