Thursday, March 09, 2006

Cansa não ter tempo
Cansa só ter tempo
Cansa esperar, cansa.
Cansa ser certo, ver tudo dar errado
Cansa só amar, ser só mas amado
Cansa escutar, cansa falar que é só cansaço
Arte cansa, caos cansa
devagar e sempre.., com fé se alcança...
Mas cansa acreditar, cansa morrer de explicar
Cansa sofrer, se conformar
Sem perdas, só ganhar cansa
As mesmas mentiras, as mesmas esperanças
Cansa fugir, cansa a cobrança
As mesmas lágrimas das mesmas lembranças
Cansa saber que não muda, que se perde o mundo
Que a vontade de gritar é muda
Que ainda cansando se continua cansado
Cansar-se de fato, cansa.
Kate Polladsky

4 comments:

Tarcisio said...

bem é vc quem escreve isso?
se for esta muito melhor do q eu...
minhas escritas estão um pouco pobre ultimamente...
espero te ver em breve
bjos

Tarcisio said...

Nossa é vc msma q escreve estas poesias?
pq se for vc esta muito bem... andei lendo algumas e achei muito boas... =]

Zearoth K. said...

Ai... Cansei.

Todos os extremos cansam.

Paz se encontra no equilíbrio.

João said...

Eu não quero ser equilibrado. Vivo cansado.